Bons tempos

E aí que como eu disse eu ando numa fase toda alegrinha, né. Toda otimista, e tal... Música fossa, de cantar de olho fechado, chorando e escorregando pelo box, aquela coisa Regina Duarte meets Manoel Carlos, anda passando longe do meu iPod.
To numa pegada toda alegria e ousadia indie feliz!
Então eu resolvi fazer uma mini-playlist desse momento abestalhado, pra vir olhar quando o bater aquela deprezinha, e a cabeça da gente só pensar "never mind I fiiiind someone like yooou".

O aquecimento começa no clima Woodstock, toda home is when I'm in love with you. Só pegar a cerveja na mão e sair crente que ta indo direto pros 70s...


E pra manter uma pegada meio vintage, essa delicinha, que já vai começando a dar o clima do bate cabelo...


Agarra outra cerveja, e vai seguindo na malemolência indie...




E da-lhe dancinha pela sala... 


Aí vai chegando a hora de jogar o bracinho pra cima...


E nessa você, que já ta com as mãos pro alto, fecha o olho e vai cantando, bota pra fora toda aquela angústia dançante que só Morrisey nos proporciona...


Aí você já mei alcolizada, aproveita o embalo dos Smiths, e resolve fazer o Tom Hansen, cata o controle remoto e dá aquela cantadinha


E aí, quando você está cansando de fazer aloka sozinha pela casa, manda aquela calminha, bonitinha, pra sossegar a bacurinha os ânimos e já ir tomando o rumo da cama.


É... Quando esses bons ventos batem, é bom aproveitar e dançar sozinha pela casa MESMO, porque daqui a pouco vem inferno astral, você conhece um idiota, quebra a cara, e aí, não tem jeito: o coração da gente só aquece com Adelão!

2013

Sempre fui muito fã de ano novo. Eu, pessoa claramente pessimista que sou, fico tomada de uma esperança por dias melhores, de mudanças positivas, viro Poliana mesmo. Só que todo ano quando chega dia 2, 3, no máximo 5 de janeiro, eu já caio na real, paro de ser tonta e entendo que é só mais um ano, como todos os outros. Que será bom por vários motivos, e será um saco por tantos outros.

Pois é...estamos no dia 8 e eu estou ainda mais otimista.

Eu não sei se minha carreira vai dar a guinada que eu venho sonhando, eu não sei se eu vou fazer alguma das viagens que eu tanto planejo,  eu não sei se eu vou finalmente encontrar o amor, e nem se eu vou me divertir o tanto que eu imagino...mas a impressão que tenho é que será um ano de mudanças. Boas.

2012 também foi um ano de mudanças, mas de muitas mudanças internas. Eu sai da zona de conforto, aceitei alguns defeitos, lutei contra outros, entendi que certas coisas são como são e não mudarão, e acabei o ano me enxergando exatamente do jeito que estou, com tudo de bom e ruim que tem dentro do pacote. E acho que esse conhecimento todo a meu respeito me deu tranquilidade pra entender o rumo que as coisas vão tomar daqui pra frente. Pra entender porque as coisas acontecem e saber lidar com elas.

E eu acho que é por isso que 2013 vai ser um bom ano. Porque depois que a casa ta arrumada por dentro, chega a hora de por as flores na janela. Feliz ano novo!!!

Follow @ Instagram

Back to Top