Pronta pros 30?

Eu tenho 28 anos. Embora eu sinta a maturidade, perceba que estou "envelhecendo", eu não sou ridícula de falar que sou velha, eu sei que sou nova. Mas volta e meia fico com a sensação de que a vida ta passando, e eu tenho tanto o que fazer...
E toda vez que vejo uma listinha do tipo "100 coisas de fazer antes de casar", "50 cidades para conhecer antes de morrer", e coisas do tipo, eu fico ansiosíssima pra saber onde eu estou. É óbvio que isso não dita a vida de ninguém, mas eu gosto de saber.
E aí que eu me deparei com essa lista aqui: 10 coisas que você deve fazer antes dos 30. E vá lá que ela é toda genérica, né... porque essa de experimentar coisas diferentes, se você falar pra c e r t a s p e s s o a s que eu conheço, vai dizer que é beber cerveja, hahaha.... Mas eu fiquei admirada porque é isso, de acordo com essa criatura que eu não conheço e fez essa lista, faltando 6 meses pra fazer 29, to prontinha pros 30. EEEEEE!!!!!!!!!!
 
 
Enfim, vamos pegar uma tacinha, ligar esse sonzinho que eu dançava loucamente aos 25 (meio da década e tals), e bora dar uma olhada nessa maravilhosa dessa vida?
 
1 - Morar Sozinho
Essa é fácil... no texto ele diz aí no sentido de morar sem pais, ser responsável pela sua higiene e limpeza, e isso eu faço desde antes dos 20. Check.
 
2 - Experimentar coisas diferentes
Não tem como falar muito disso aqui sem expor coisas que não devem ser expostas (eu acho que ninguém lê esse blog, mas aí, é só falar coisa que não deve pra se ter desagradáveis surpresas). Mas fato é que um dia eu decidi (i) ir morar no Wisconsin para (ii) experimentar uma cultura diferente (iii) num inverno de -30 graus (iv) ganhando a vida como Lifeguard de parque aquático.
 
3 - Viajar para o exterior
Quando fiz 20 anos, conhecia apenas o maravilhoso Brasil. Hoje conheço Estados Unidos, Holanda, Alemanha, Polônia, Republica Tcheca, Inglaterra, México e Argentina. Não viajei nem um décimo do que eu gostaria de ter viajado, e tem muito chão pra comer, mas já deixei minha pegada por aí.
 
4 - Dominar um idioma.
Eu sempre sonhei ser poliglota. Ainda não consegui nem dizer que sou trilíngue, mas graças aos meus anos de dedicação forçada (obrigada mãe <3 ) sou fluente em inglês.
 
5 - Curtir a vida adoidado
Meu. Deus. Se não da pra falar das coisas diferentes, disso aqui dá ainda mais medo. Enfim, um dia eu vou fazer o tributo que a minha vida de solteira merece, mas eu posso dizer que eu curti (e continuo curtindo, graças) MUITO. Eu vivo a vida que eu quero, tive incontáveis ressacas, tive uns causos "românticos" extremamente divertidos, nadei pelada no mar, sambei na frente de uma torcida (vai Curintia), corri uma Maratomba de cerveja, vi o sol nascer deitada na praia, fiz amigos pelo mundo, dancei no palco da balada, dancei em cima da mesa de bar, deitei na rua em São Paulo, cantei no karaokê,  participei de campeonato de barrigada, chorei por rapazes, ri da cara deles, e não paro de gargalhar toda vez que sento com as amigas pra falar das delícias dessa vida. É bonita, é bonita e é bonitaaa.. 
 
6 - Construir hábitos saudáveis
Foi aqui que eu quase derrapei. Mas hoje faço ioga com regularidade, tento ir a academia com alguma frequência também, corro de vez em quando e me alimento ok - saladas são sempre mais benvindas. Aprendi a usar filtro solar, a dormir cedo durante a semana e a tomar 2 litros de água por dia. To bem.
 
7 - Levar o trabalho a sério
Minha carreira vai muito bem, obrigada. Eu, que detestava o Direito, achei meu nicho, hoje sou relativamente feliz no trabalho (digo relativamente, porque só a Megasena me traz um brilho ridículo no olhar). Levo a sério e colho os resultados.
 
8 - Considerar a carreira acadêmica
Considerei, e desconsiderei logo em seguida. Não é pra mim.
 
9 - Construir bons relacionamentos
Eu tenho bons amigos. Eu diria que são os melhores do mundo, do meu mundo. Em quantidade, são muito menos do que eu imaginava que seriam nessa altura da vida, mas em qualidade, eles são muito melhores do que eu poderia pedir. São aqueles pra tudo. Pra toda hora. Pra agora, pra sempre.
 
10 - Apaixonar-se de verdade
Eu já me apaixonei muito nessa vida.. mas amar, acho que é a primeira vez. Pois é, eu estou amando. E sou correspondida. E isso é lindo.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow @ Instagram

Back to Top