Mão nervosa

Eu sou toda metida a modernosa, mas tem hora que até minha vó deve ser mais atualizada que eu. Tipo compras online. Resisti, resisti muito. Eu simplesmente queria encostar nas coisas antes de comprar... demorei muito a ceder pras vantagens das compras a um click de distância. 

Comecei com maquiagem uns anos atrás. Fiz a festa no bom e velho Morangão. Não tive nenhum problema, nunca foi taxada, tudo chegou certo, fiz economias, mas vamos combinar que tinha a facilidade de já conhecer os produtos. Nem sei se hoje ainda vale a pena comprar lá, mas também, acabou a minha ~assanhação~ com maquiagem a hora que enchi umas 3 necessaires e não usei nem metade dos produtos - ma che bella economia, heim Gabriela...

Ano passado, acabei comprando coisas online para a minha reforma do quarto. Comprei cadeira, prateleiras, almofadas, em vários sites, tudo lindo e aí veio o drama: Mobly. FUJAM DESSE SITE! Levei basicamente 70 dias para receber um edredom. Comprei em julho, recebi depois do fim do inverno. Moral da história.. to usando pela primeira vez, em 2015, um trem que paguei em julho de 2014. E não teve Reclame Aqui que desse jeito... os caras não resolveram a merda do problema, me ligavam, me mandavam email, faziam juras de amor, mas o edredom que é bom, NADA. 

No auge da minha gastura, tentando receber o bendito do edredom, fiz uma comprinha na minha Farm querida. Pois recebi tudo bonitinho em coisa de 3 dias, parecia que tava tudo certo.. até eu ir lá olhar, e perceber que eu tinha pedido a blusa rosa, e recebi a blusa creme. Traumatizei de vez. Voltei à minha boa e velha convicção que compra boa é aquela que a gente alisa a coisa, vê o acabamento de perto, paga a dolorosa e sai com as maravilhas debaixo do braço. 

Mas eis que outro dia eu precisava substituir um sapato velho de guerra, achei uma mega promo, pedi, comprei, e pá.. chegou em 3 dias, número certinho, coisa linda. Aí eu resolvi que queria comprar um sapato masculino feminino, sei la, um oxford de respeito, e cheguei na Zattini. Recebi o sapato certinho, do jeitinho que eu queria, em DOIS DIAS. Serviu, foi amor à primeira calçada. Aí eu tava de olho numas calças aí de uma marca que só vende online, a merda da publicidade stalker do facebook me avisou que chegou delas  e adivinhem? Comprei... E é isso aí, minha gente, alguém amarra a minha mão que eu to ficando pobre... Já to me vendo velha, rodeada de gatos, sentada na frente da tv com um copo de licor numa mão, telefone na outra, comprando yogurteira da TopTerm, máquina TecPix, joia falsa e tapete persa no Infoshop da madrugada! I NEED HELP!

6 comentários:

  1. Hahahah só vc pra me fazer rir, menina. Mas sei comé... fora as decepções, essa comodidade é viciante.
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é exatamente o ponto: comodidade viciante... Eu precisando me desfazer de metade do guarda roupa, e comprando.. Só eu mesmo. Beijos!

      Excluir
  2. Gabi, eu adoro fazer compra online, se todas as roupas fossem padronizadas eu nunca mais ia entrar numa loja, odeio experimentar roupas com todas as minhas forças. Na verdade, odeio lugar cheio, daí é uma maravilha comprar online. Eu nunca tive muitos problemas, bom, o problema que eu tive é descontrole, mas já é passado.

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, no fim, acho que é um processo de ir se sentindo confortável, começar a dar certo, sentindo a confiança,mas eu adoro um provador, hahaha. Agora é um fato mesmo que falta padronização. De tudo! Ganhei um sapato de aniversário de um modelo que eu já tenho, só que cor diferente. Acredita que o mesmo número não serviu? Bizarro.. Beijos.

      Excluir
  3. Cara, me identifiquei muito com esse post. Eu tive uma fase muito compulsiva de comprar tudo pela internet: morangão, cherry culture, ebay, amazon, tudo que você imaginar! Nunca tive grandes problemas, mas já fui taxada. Aqui na Irlanda compro muito pouco pela internet porque acho mais fácil achar as coisas que quero nas lojas daqui mesmo, e como a cidade é menor do que SP, consigo me locomover com tranquilidade até o centro pra comprar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o fato de você conseguir ir (de bike) pra todo canto, facilita mesmo... Aqui em SP ta tudo tão caro, o estacionamento, as coisas.. Eu to desistindo de shopping porque acaba se gastando muito mais do que o necessário, e ta tudo muito caro. Mas preciso segurar o mouse, se não a casa vai cair! Obrigada pela visita, Bárbara!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top