Abotoar ou não abotoar, eis a questão

Eu fui uma criança muito magricela, do tipo que arredondava o peso pra cima. E sabe o que rola com uma criança magra assim? Ela acostuma a comer tudo o que quer. Sem o menor pudor, a menor cerimônia. Todo mundo acha lindo ver aquela caveira infantil lambendo as beiradas do prato, nadando numa tigela de purê. E aí que eu me aproveitava mesmo... Tinha bolo em casa? Eu basicamente sentava com a forma em frente a tv, e ia cortando quadradinho por quadradinho, assistindo o Chaves, o Jornal Hoje, o Video Show com o Falabella, o vale a pena ver de novo, a Lagoa Azul e quando chegava Malhação a forma estava vazia. Meu corpo é tão cara de pau que nem dor de barriga não me dava. Minha mãe ficava muito puta da vida, me dava sermão, mas no mês seguinte tinha bolo de novo, ela mandava não comer e ia pro trabalho... Senta lá, Claudia. 

Eis que virei adolescente, e dei aquela engordada básica. Na cidade pequena onde eu morava, foram perguntar pra minha melhor amiga se eu tava grávida, rs. Mas fato é que só ganhei uma bunda, umas perninhas, e tal, mas gorda mesmo, não fiquei. Que que eu fiz? Aprendi a fazer uma gororoba com batata. Põe a batata no microondas até ela ficar mole, depois amassa, depois taca sal, manteiga e queijo em cima, bota de volta no microondas pra derreter, e se joga. Eu me jogava. Todo dia. Ganhava uns 3 gramas cada vez que fazia isso. 

Bom lembrar que nessa época, além de comer feito uma louca, eu dançava ballet, sapateado, desbravava Pariquera-Açu de um canto ao outro numa tarde montada na bicicleta, trepava em todas as árvores possíveis e imagináveis, ia até na padaria de patins, e depois subia um puta dum morrão em cima deles mesmo pra chegar em casa.

E aí minha gente, como é que faz pra botar na cabeça de uma criatura com esse histórico que não da mais pra comer que nem lutador de sumô? Como entender que o metabolismo aos quase 30 não é mais o mesmo metabolismo de os quase 13? Que o único exercício que faz é correr atrás de um pimpolho dentro de um apto de 50 m2, e ainda assim fica ofegante? Eu não sei. 

Hoje eu como menos bobagem. Mas AMO fazer um mega prato de arroz, jogar feijão por tudo, botar bife, botar batata (gente, não vivo sem batata), mandioca. Ou então fazer um risottinho, assar uma carninha. Ou ainda quem sabe fazer uma sopinha... e tomar mil pratos dela. Sério. Tomei 3 pratos cheios de sopa ontem, pro horror dos demais componentes da mesa. Mas é que estava tãããão gostosa... e era de legumes, e foi minha mãe que fez. 

To sofrendo... To sofrendo porque eu to engordando. Não vou ser besta de falar aqui que to gorda, porque acho até falta de respeito, mas to engordando devagarinho. Uma calça que eu comprei faz 3 meses (antes do projeto #morraBeckyBloom) já não ta querendo fechar. Vou em restaurante e fico com vergonha, porque todo mundo parou de comer, e eu quero comer pra sempre. Sofro porque simplesmente não sei passar vontade. Como tudo que quero, e quero comer tudo. 
To aqui pensando se vou ter que vir a público fazer promessa de diminuir a comilança, porque pelo jeito, só assim eu crio vergonha na cara. 

4 comentários:

  1. Gabi, ri muito da parte do lutador de sumô! É foda mesmo. Por que comer é tão bom, né? Eu amo comer, amo doces, e pra mim é difícil porque eu ganho peso fácil. Sempre ganhei. Sempre fui mais gordinha, mas até ai nunca me incomodei muito porque oras, tem gente gordinha, gente magrinha, as pessoas são diferentes! Só que você tem razão: quanto mais velhas vamos ficando, mais difícil perder o peso. Eu não tenho nenhum conselho pra te dar porque to no mesmo barco, mas só queria dizer que: te entendo, amiga. Não é fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, comer é uma das maiores, se não a maior, maravilha da vida. É a solução pra todos os problemas, é felicidade instantânea, hahaha. E o que me deixa irada é ver que ao longo dos anos o mesmo hábito vai criando resultados diferentes.. Tipo, continuo comendo igual sempre, mas agora engordo, hahaha (vamos ignorar a parte de que não faço mais tanto exercício). Enfim, você me entende. Oh vida, oh céus.

      Excluir
    2. Gabi, conselho de quem esta vivendo esse drama: pare agora mesmo! Ta, nada a ver kkkkk mas olha, serio agora, de uma equilibrada no que vc come porque a balanca e implacavel. Ninguem vai dormir e acorda com + 20kg, e de kg em kg de grama em grama e vai aumentando ate que vc tenha um numero horrendo de kgs a mais e ja nem se reconheca no espelho, ta, dramatico, mas dou-me o direito de falar abertamente para vc e rogar que vc abra os olhos agora porque eu gostaria muito que alguem tivesse conversado isso comigo quando eu estava com 7 ou 8 kg a mais, agora sao 25kg! Entao espero ter te alertado ( e assustado! ) kkkkkkk abotoa essa calca Gabi, vc consegue! Ps: por favor nao fica zangada comigo! Beijo!

      Excluir
    3. Imagina se eu ia achar ruim o comentário Bella, hahaha.. Minha mãe diz a mesma coisa, ninguém acorda um dia com 30kg a mais.
      Eu preciso tomar vergonha na cara.. Juro que vou. Ao menos voltar a fazer exercicio, maneirar nas bobagens. Ontem já fui num casamento e nem cheguei perto da mesa de doce, rs. No verão eu me controle melhor, porque sinto menos vontade de comer. Vamos que vamos. Força pra nós!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top