Xmas feelings

O espírito natalino as vezes me pega muito, as vezes só um pouco. Esse ano ele me agarrou, chamou de meu bem e jurou amor eterno. Montei árvore, comprei presentes como nunca antes na história desse país, mandei cartões pelo correio, fiz visitas, confraternizações, e até me emocionei com o coral do shopping. How cafona is that?

Minha mãe sempre montou árvore de Natal em casa, e eu adorava ajudar ela, adorava ver a árvore com suas luzinhas no canto da sala. Então, esse ano resolvi que iríamos ter nossa árvore. Depois de uma leve discussão com o gringo que sabe de nada e queria um pinheiro natural no Brasil em dezembro, optamos por ter nosso arbusto de Natal
Não ficou lindo nosso buchinho natalino?
No meio da porrada de viagens que eu fiz, os presentes estavam ficando pra escanteio. Cheguei ao cúmulo de comprar o presente de um amigo secreto 2h antes da entrega. Mas nesse final de semana eu tirei o atraso, e comprei presente pros sogros, cunhada, mãe, vó, comadres, amigo livro e todos mais que se possa imaginar.

Também, é verdade, comprei uns presentes pra mim e acabei burlando o meu desafio das compras. Não to orgulhosa, não to achando bonito, mas também não vou mentir. Lá na minha lista original tinha roupa de ano novo. E sim, roupa de ano novo quer dizer a coisa toda, parte debaixo, parte de cima, e tal. Mas eu comprei a bendita roupa. E aí eu fui comprar um presentinho na C&A mais próxima e me deparei com duas coisinhas lá, lindíssimas, bem acabadas, cara de roupas ricas, e eu naquele espirito natalino, sabe... Comprei. Errei feio, errei rude. Mas ok, vida que segue - e pra quem se interessar, dê um pulo na C&A, rs... ta cheia de coisa bonita.

Teve almoço do Natal com o pessoal do trabalho, happy hour com os amigos da vida, jantar com as amigas de infância, drinks com as amigas da faculdade, e teve o melhor jantar de todos: chegar de viagem a trabalho, e jantar no aeroporto com Mati que estava seguindo pra California. Estar sentada ali segurando a mão dele, vendo as chegadas e partidas do aeroporto, me fez entender porque o Natal ficou tão importante pra mim: porque eu formei minha família. E Natal é sobre isso, o amor da família da gente. Seja aquela em que nascemos, seja a família  que formamos, seja a que escolhemos.

Que vocês tenham um Feliz Natal <3

4 comentários:

  1. Gabi, já falei que adoro seu blog e seus textos e seu senso de humor?

    Feliz natal, querida e que seja lindo!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulinha, esse coment foi um presente natalino :) Muito obrigada pela companhia. Espero que o seu Natal tenha sido muito feliz. Beijos!

      Excluir
  2. Seu arbustrinho ta lindo, um arraso de fofo <3 E verdade, acho que depois que a gente forma nossa familia esse feriado começa a ter um significado maior pra gente. E segurar a onda com compras no final do ano e dificil, entao como voce falou e vida que segue e aprendizado que fica. Um mega Feliz Natal e tudo de bom pra voces!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segurar a onda no Natal já foi difícil, agora com as promoções de fim de ano, estou posta à prova hahaha! Mas vamos levando. Que seu Natal tenha sido cheio de felicidade e luz. E que 2016 seja LINDO! Bjo

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top