La La Land

Se alguém um dia imaginou que Los Angeles seria como toda e qualquer grande cidade desse mundo, onde você só precisa se hospedar no lugar certo, e andará por tudo, ou usará o transporte público, pode tirar o cavalinho da chuva. LA é uma cidade espalhada, as coisas são muito longe uma da outra, o transporte público é bem fraco. A cidade é feita pra ser explorada de carro.  

Vou contar um pouco do que eu vi, e apesar de ter passado a maior parte do meu tempo pelos arredores, não vi tudo. Diria, inclusive, que vi pouco, rs. Essa sensação de que voltaremos pra lá tantas vezes acabou me tirando a noção de tempo, e quando vi era hora de vir embora. 

Fomos à Hollywood em duas oportunidades. Em uma noite, fomos pra casa de um migo de Matt, que mora em West Hollywood. De lá, fomos num bar por ali, chamado Barney´s Beanery. Adorei o bar: tocando pop bagaceira, um pub quiz pra lá de animado, comida gostosa. Ficamos enchendo nosso canequinho e sendo arrasados no jogo, até a hora que o movimento caiu. Fomos pra outro bar ali perto, chamado The Den. Cocktails muito gostosos, e jenga na mesa. Diversão pura.

No dia seguinte amanheceu chovendo. Como estávamos por ali, aproveitamos pra ir no Hollywood Boulevard, também conhecido a Calçada da Fama. Ali tem muitas lojas, hoteis famosos e grandes teatros: o Nokia Theatre, TCL Chinese Theatre, onde ocorrem grandes premiações como o Oscar, Grammy, VMA, etc. Por estar chovendo, estava mais vazio, o que foi bom porque eu pude ler estrelinha por estrelinha, e tirar foto com aquelas que importam, néééé:
Brinks gente, tirei foto com gente importante de verdade haha.. Mas eu gosto mesmo é de passar vergonha aqui
Só que a chuva apertou. Fiquei bem brava com o El Niño maldito. Fazia meses que não chovia, a California na maior seca da história, e tinha que chover cântaros bem quando eu estava tentando ser glamourosa em Hollywood?  Resolvemos ir no LACMA, o museu de arte de LA. Porém era quarta-feira, e anotem: ele fecha às quartas. Acabamos abortando a missão e voltando pra Orange County, sobre "quem" falarei mais pra frente. 

Voltamos outro dia, e batemos perna de carro a valer. Fomos ver o Hollywood sign, e tipo, ok, nada demais. Tiramos algumas fotos, e thats it. Então seguimos pra Beverly Hills. Demos uma passada pelas ruas, bem lindas com palmeiras altas e mansões gigas. Andamos pela tal Rodeo Drive, a rua chic com lojas chics, e eu fiquei me sentindo a Cher.
Passamos também pela Melrose Avenue. Muitas lojas: começa com coisas bem acessíveis, lá pro meio fica mais fancy e acaba toda riquíssima nas lojas grifadas. Mas tem também bares, restaurantes, fiquei com vontade de gastar um tempo (porque gastar dolares não está dando) por ali. Acabamos dirigindo por algumas das famosas Hollywood Hills, morros onde tem as mansões dos famosos, e com uma vista legal, mas acabei não encontrando a minha bff Jennifer Lawrence. Quando sentimos que deu uma aliviada no trânsito - porque o trânsito de LA não fica devendo em nada pro de SP - voltamos pra casa. 

O plano era que no sábado, nosso último dia, iríamos passar o dia nas praias. Eu conheceria Santa Mônica e Venice Beach, que estão no meu radar. Mati aproveitaria pra jogar volei de praia, que ele ama. Infelizmente, tivemos um pequeno imprevisto em cima da hora, e eu acabei não conhecendo esse pedaço - que tenho certeza, seria o meu favorito. 
Santa Mônica Pier. Foto do blog https://santamonicabeachmom.wordpress.com/
Se pareci um pouco desanimada pra vocês, é porque eu achei meio meh mesmo. Sabe quando não tem um lugar, não tem uma cidade, não tem arquitetura, não tem um negócio que você olha e fala MEEU, QUE CIDADEEE! Pois é, não tem. Parece até São Paulo, sabe? Hahaha. E tal como São Paulo, acredito que seja interessante enquanto cidade em que você vive, passa mais tempo, e conhece mais profundamente.

Turisticamente, Los Angeles é um monte de referências que temos dos filmes e da TV, todas espalhadas, mas sem nenhum impacto. Sensação de que falta alguma coisa, sabe? Alias, vou contar um belo exemplo: Malibu. A gente tem na nossa cabeça uma ideia de que Malibu é uma praia linda, badalada, água azul e tal. E não é. Só tem mato e mansão. Sendo a cidade cara que é, onde tem que alugar carro, etc, a minha sugestão é sempre casar LA com outros destinos: San Diego, Vegas, San Francisco, etc.  

Fiz uma lista de coisas que quero ver na próxima visita aos sogros: por óbvio as praias que faltaram, o LACMA, Griffith Observatory e a Universal Studios. Quem sabe isso muda minha opinião, né? Masss.. de LA a gente subiu pra San Francisco. E gente.. GENTE. Aguardem. 

7 comentários:

  1. Adoro seu jeito fun e descontraído de contar as coisas, Gabi! Eu já ouvi falar que LA é meio megh mesmo, que é negócio explorar a região toda - sempre de carro. Não tenho tanta vontade de conhecer LA pra ser sincera, mas juro que não dispensaria uma visita à Vegas, deve ser a maior doidera!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizem por aí que eu falo muita bobagem, rs. Então tento canalizar aqui de forma produtiva, hahaha! Nossa, eu também não dispensaria não, rs. Falou em loucura, meus olhos brilham haha.

      Excluir
  2. É meio chato quando a gente conhece um lugar acha meio "meh", né? Mas acho que toda experiência é válida. Vai que vc vai lá de novo em outra ocasião e gosta mais? Ou não, hehe.
    Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho isso mesmo, toda experiência é válida, e também acredito que em tudo há alguma beleza. Então é possível que pós decepção inicial, em alguma próxima visita eu simpatize mais mesmo :)

      Excluir
  3. Eu nunca fui a LA e sabe que nem tenho muita vontade, tenho a impressao de ser muito "meh"...rsrs...mas seus sogros moram la e com o tempo voce vai conhecendo uns spots bem legais e a cidade vai virar meh + pra voce...rsrs. Uma coisa que reparo aqui nos EUA e que muitas cidades so sao consideradas turisticas por causa da referencia a filmes e serie mesmo. NYC tem muita coisa bacana e tals, especialmente pra gastar dinheiro, mas eu acho que o fato de muita gente querer visitar e sempre voltar e por conta dos filmes e series que mostram uma cidade maravilhosa...mas maravilha toda que acho que voce so aproveita se tiver dolares pra gastar e viver aqui...sei la so minha impressao que to me atrevendo a falar por que em geral falar mal de NY e ganhar inimigos...kkkkk.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique, entendo perfeitamente o que você disse, e concordo. Eu mesma, achei graça em NYC justamente nas coisas que não vi em filmes, e que não me custaram os olhos da cara. Mas eram coisas justamente off tourist route. E em NYC é mais fácil de achar essas coisas porque é uma cidade geograficamente menor, e com um transporte público fantástico. Em LA fica difícil.

      Excluir
  4. Coisa de gente phyna isso de ir pra LA e achar tudo muito meh heheheh. Mas entendo. Acho que San Francisco deve ter bem mais impacto mesmo, assim como NYC.
    xx

    ResponderExcluir

Follow @ Instagram

Back to Top