Road Trip - A chegada a São Francisco

No dia 7 de janeiro, uma quinta, acordamos, terminamos de arrumar nossas coisas, dar as últimas pesquisadas e caímos na estrada. Um fato curioso: nós não estávamos com planos de dados no telefone, então a viagem foi old school, com mapa de papel haha. O nosso plano era seguir de LA direto pra São Francisco, onde ficaríamos até domingo na casa de um amigo do Mati. Depois, pegando a famosa Pacific Highway, passaríamos uns 3 dias na estrada, dormindo em Santa Cruz, em algum lugar de Big Sur e em Santa Barbara. Nada muito definido, sem reservas, mas com um plano na cabeça que era mais ou menos assim:
Então pegamos a Highway 5, e seguimos rumo a Sao Francisco, numa viagem de mais ou menos 650km. Essa estrada é o caminho rápido, por dentro (de A até B no mapa acima). 

Quando deu a hora do almoço, paramos num bolsão lá com várias lanchonetes, e eu aproveitei pra "ticar" um dos clássicos da California: In-n-Out. Eu não sou a louca do hamburguer, mas o lanche é bem gostoso, tudo fresquinho. Com o estômago forrado, seguimos em frente. 

A estrada em si é bem chata pra quem dirige, porque são muitas retas, uma coisa meio monótona. Mas eu achei as paisagens bem bonitas, montanhas, alguma nevinha no topo de umas poucas delas.
Tivemos que parar algumas vezes pra esticar as pernas, tomar um café, dar uma espairecida. Mati estava bem cansado de dirigir, e eu não podia ajudar. Viajamos com o carro do pai dele, e eu não entro na cobertura do seguro. Assim, escolhemos alguns lugares ~interessantes~ pra fazer nossas paradinhas rápidas:
Maior céu azul no velho oeste
Depois da fase montanhosa, um horizonte lindo se desenhou na estrada. As montanhas ficaram mais ao fundo, e passamos pelo que Mati me explicou ser a região responsável pela maior produção de alimentos dos EUA. Vimos plantação de pistache (segundo a plaquinha, capital mundial dos pistaches), plantação de alface, laranjas, citrus, e quando o carro foi tomado por um cheiro de estábulo horrível, estávamos passando pelo Harry´s Ranch, que diz o Wikipedia ser o maior produtor de carne dos EUA. Eu sou da roça e nunca tinha visto tanta vaca junta na minha vida. Sério. Milhares, um horizonte sem fim de boi, vaca e afins. Pena que minhas fotos ficaram zoadas pela luz, mas foi de cair o queixo. 

Lá pelas 5, fomos nos aproximando da região metropolitana de São Francisco. A paisagem já era diferente, o por do sol estava dando uma cor linda ao céu, e o trânsito das pessoas que trabalham na cidade e vivem nos subúrbios estava puxado. 
Eu já estava ansiosa, e sentindo a emoção de estar chegando num lugar onde sonhei tanto em ir. Estávamos cansados da viagem, mas super empolgados. E então ela apareceu: a Bay Bridge. A ponte que te leva de Oakland diretamente ao coração de São Francisco. Eu quase chorei. 
Eu estava emocionada, dentro do carro, que andava e parava, e quando lembrei de tirar uma foto com o celular, por óbvio saiu uma merda. Mas fica aí, a ilustração do que foi o primeiro momento de tirar o fôlego de uma viagem que foi toda assim: incrível!

* * *

Eu não queria fazer 10 posts sobre a California, mas to vendo que farei, rs. Eu vi muita coisa, tem muita foto pra postar, e não quero que cada post fique um pequeno tratado. Também, gosto de contar no detalhe, afinal de contas esse blog é meu "diário", é meu registro. Por fim, digo que as fotos de hoje são todas do celular com o carro em movimento, o vidro sujo, etc. Mas prometo que daqui pra frente, só fotão!

4 comentários:

  1. São Francisco e linda ne, e não ligo de ler post de viagem detalhado não eu ate queria ter essa paciencia pra fazer o mesmo...rsrs...to doida pra ler os outros 10 posts ja =)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso terminar de selecionar fotos. São tantas! Eu adoro escrever sobre viagem, sinto que revivo tudo :) Beijos!

      Excluir
  2. Eu tbm to adorando os posts da California. Quero mais!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Follow @ Instagram

Back to Top