FAQ da Mudança

Como eu contei aqui, nós vamos nos mudar. Pode ter parecido no post que foi uma decisão tomada de um dia pro outro, mas não foi. Há muito tempo eu e Mati estamos conversando a respeito, amadurecendo a idéia e refletindo sobre os prós e contras. Além disso, queríamos que fosse uma decisão nossa, livre das opiniões e achismos dos outros, por isso mantivemos o mais privado possível. Óbvio que envolvi minha família e amigos no processo, ninguém aqui foi pego de surpresa. Mas foi tudo no tempo certo. 

E assim fomos trabalhando possibilidades, mas sem pressa. Eu sabia que ia acontecer, e até por isso comecei a adiantar minha cidadania italiana, que acho até que falei aqui num post. Lá por outubro Mati começou a olhar com mais afinco o mercado dele, que é mais fácil de mudar. Começou a aplicar pra vagas, e em janeiro foi pra uma job fair na Europa, de onde voltou empregado. 

Devo dizer que nos últimos meses calculamos custo de vida, benefícios, salários, impostos, procuramos apartamentos fictícios e compramos de mentirinha móveis em boa parte do globo. Pra cada vaga que aparecia, lá sentávamos nós, com laptop em punho, e da-lhe pesquisa. 

Mas e aí, dona Gabriela, PRA ONDE?
Pra Berna. Nós vamos morar na capital da Suiça. 
As perguntas que eu recebo quando compartilho a decisão com alguém, invariavelmente, são as mesmas. Deve ser porque são as mais pertinentes pro momento, rs. Então vou responder por aqui, até mesmo porque já da um grande overview do que vem por aí. 

Quando você vai?
Mateus começa a trabalhar em 3 de agosto, e devemos ir em meados de julho pra começar a ajeitar a vida. Ou seja, ainda tenho 5 meses de Brasil pela frente :)

E o que você vai fazer lá?
A menos que meu passaporte italiano saia em tempo - o que é pouco provável, pra não dizer impossível - no meu primeiro ano não poderei trabalhar. Então irei estudar alemão (eu sei, a vida é curta) e quero também fazer uns cursos. Quando estiver apta a trabalhar, irei procurar emprego e é isso aí. 

E você vai poder ser advogada lá?
Depende, acho que advogada de empresa até poderei. Mas se você me conhece bem, sabe que não sou daquelas que não se enxerga fazendo outra coisa da vida. Hoje, inclusive, mais administro do que advogo. Gosto de business, de estratégia e tenho loucura em aprender. Ou seja, estou aberta pro que a Suiça me oferecer.

Mas você trabalhou tanto pra chegar a gerente de multinacional... Vai largar tudo?
Justamente. Aprendi que trabalhando sério você pode ir muito longe. Quando me mudar terei 30 anos. Sou nova e me acho sim com a vida inteira pela frente, com tempo de sobra pra recomeçar. 

E o frio?
Então... Fui feliz no Wisconsin, sabe. 

E o que sua família achou?
Se eu estou feliz, minha família está feliz. E eu tenho certeza que foi a melhor decisão que podíamos tomar, então eles também tem. Devo dizer que meu pai está mais serelepe do que de costume, pois a Suiça calha de ser seu país favorito, rs. 

Como estão os preparativos?
Não estão, haha. Por enquanto trocamos algumas informações com o RH da escola em que Mati vai trabalhar, e eu estou devorando a internet. Estamos aguardando os comandos sobre o processo do visto, que será feito pela própria escola. Mais pra frente certamente vamos resolver algumas coisas práticas, mas por ora, tudo que me resta é manter o pé no chão.

Quando vocês voltam?
Não temos data pra voltar. Queremos construir um lar e ficar o quanto quisermos ficar, até pra sempre se for o caso.

Vocês estão fugindo do caos do Brasil?
Ih gente, to fugindo de nada não. Depois do choque do retorno do intercambio, aprendi a gostar ainda mais do Brasil. Valorizo as belezas, as pessoas, vejo o lado bom, vejo oportunidades pro futuro, tento ser uma versão melhor de mim pro meu país. Alias, gosto e amo tanto que por anos esqueci de algo que eu sempre me fascinou: viver fora. Eu fui viver fora, eu fui feliz. E eu queria mais. Sempre quis. Estou indo viver um sonho, e o melhor de tudo: estou sonhando a dois. Cafona, né? Pois é. A vida as vezes é cafona. 

Mas Mateus não é americano? Por que não Estados Unidos?
Seria mais fácil mesmo ir pros Estados Unidos, dar entrada no Green Card, poder trabalhar e já ser fluente na língua local, com duas multinacionais americanas no currículo. Mas sabe o que seria ainda mais fácil? Ficar onde estamos. Tenho uma carreira, Mati tem um emprego estável e está completamente adaptado, ama o Brasil, tenho minha família, meus amigos, minha casa, amo minha cidade e minha vida. Logo, se fosse pra ser fácil, era só ficar onde estou. Mas optamos por viver algo diferente e aproveitar que temos o pique e a vontade que recomeçar requer. 

E por que a Suiça? Por que Berna?
Como eu disse, Mateus prospectou muitas vagas. Tínhamos sim alguns lugares em mente (beijo, Amsterdam, não foi dessa vez), mas tinha que rolar uma sinergia gigante de vaga interessante pra ele, salário compatível, interesse do empregador, cidade atraente pra morar e um mercado minimamente promissor pra mim no futuro. Bela matemática, não? Por exemplo: ele recebeu uma proposta em Berlim, uma das minhas cidades favoritas no mundo. Mas financeiramente era uma lástima. Precisamos pesar o que compensava mais. E compensou dizer não pra minha querida Berlim, pois viveríamos com várias restrições, e não estou falando do estilo de vida do Brasil, mas pensando no custo de vida local. No caso, as escolas da Suiça eram financeiramente mais atrativas - e temos que considerar aqui que eu não terei salário no início -, a localização era interessante, a qualidade de vida na Suiça é inquestionável, Berna é uma capital, etc. Quando veio a proposta, a equação fechava. 

E por fim, a pergunta que ninguém fez, mas que interessa muito pra esse espaço:

O blog vai virar um blog sobre a Suiça?
Esse blog é meu diário, é um registro da minha vida, onde quer que eu esteja. É sobre as coisas que vejo da minha janela, e o que elas dizem sobre mim. Certamente, nesses 5 meses contarei coisas sobre o processo de mudança, e depois a minha paisagem vai mudar, eu vou mudar. Mas este blog, ele não vai mudar não.

Ps 1 - Mati se chama Matthew, mas eu chamo ele de Mateus. Ele gosta, tá. 
Ps 2 - todas as fotos desse post mostram Berna e foram tiradas do www.myswitzerland.com 

15 comentários:

  1. E o baby, Gabi? Ele vai?

    Suíça é um sonho! Vai com tudo, menina!!!!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O baby provavelmente não vai, Paulinha :(
      Ele voltará pros EUA com a mãe. Uma pena, mas cest la vie.
      Complicações de uma "família do século 21".

      Beijos

      Excluir
  2. Gabi toda vez que penso em voce e no seu blog eu sempre ligo a SP, e da pra perceber que voce adora essa cidade, sua vida ta otima e tals...mas eu super entendo e apoio sua mudanca (eu sei, ninguem pediu meu apoio pra nada, alias voce nem me conhece pra eu vir aqui dar pitaco) Mas eu sou a favor de novos desafios, eles sempre fazem a gente crescer como pessoas, como profissionais e acho que a Suiça vai ser uma dessas experiencias incriveis que voce pode ter na vida.

    Voce e nova e tem uma vida toda pela frente, e o melhor que embarcar numa fase dessas e ir bem acompanhada e crescerem mais ainda como casal. To feliz com essa noticia, e acho que vai rolar muito post bacana aqui da sua vida em SP e da sua vida na Suiça. Como voce falou o blog nunca muda, ele continua sendo a essencia da pessoa e interesse que temos em registrar e partilhar com outros.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique, eu adoro seus comentários sempre, haha. E todo apoio é bem vindo. Obrigada pelas palavras! Eu penso meio que isso que você falou mesmo: toda experiência faz a gente maior, faz crescer. E eu estou disposta a viver isso tudo, acho que vai ser lindo. Tenho meus medos sim, minhas angustias e inseguranças. Não to achando que vai ser tudo cor de rosa, e tem hora que me pego pensando coisas do tipo "que loucuuraaa!". Mas ainda assim, acho que foi a melhor decisão para o momento!

      Beijos e obrigada pelas visitas, pelos comentários, pelo carinho.

      Excluir
  3. Que bom saber mais sobre essa mudanca linda Gabi! Sou a favor de dizer sim para a Vida e que bom que voces vao embarcar para viver essa nova etapa! Como disse no comentario do outro post, voces estao colecionando historias para os netinhos :-))) Na torcida! E parabens por mais esse passo para ter ainda mais felicidade! Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Gabi, amei o post e todos os detalhes que você deu. Sempre gosto de ler coisas assim, de gente que resolveu seguir os sonhos no matter what. É muito inspirador, sabe? Muito legal você contar sua experiência desde o processo de como vocês escolheram a Suiça e mesmo sendo nova por aqui no teu cantinho e não te conhecendo bem, te desejo muitas felicidades nesse novo caminho que vocês resolveram trilhar. Com certeza vai todo mundo amar acompanhar as janelas da tua vida que tu irá compartilhar.
    E Berna parece ser um destino muuuuito incrível mesmo.. vou lá te fazer uma visita (aquelas) haha
    beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, toda força e boa energia é bem vinda. Por mais que a gente saiba que ta fazendo a coisa certa, sempre tem aquela pontinha do cérebro da gente que fica agarrada na zona de conforto, rs. Então, ouvir (e ler) coisas positivas é sempre bom, é sempre um empurrão! E sim, eu vou "estar aceitando" todas as visitas que quiserem me fazer hahaha! Beijos

      Excluir
  5. Gaby, desejo que esses cinco meses de Brasil sejam incríveis e que vocês curtam muito os preparativos para a mudança! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carol. Sei que você está super feliz com sua vida aí, e isso sem dúvida dá um alívio no coração de quem ta começando! Beijos

      Excluir
  6. Gabi, que delícia de post! Fiquei feliz de saber que você vai morar na Suíça, afinal não é nada longe da Alemanha e de repente consigo te conhecer pessoalmente! Quanto a aprender alemão, vem cá...deixa eu te dar um abraço! Respira fundo e precisando de força estou por aqui :)
    Aproveite cada minuto que te resta aí em sampa, uma cidade que você sempre fala com muito carinho aqui. Estou ansiosa já com os futuros posts e sobre a sua vida na Suíça. Te desejo muita sorte e felicidades!
    beijos
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já pensou que delícia se encontrar um dia? Eu penso que isso vai ser possível sim, seremos "vizinhas" de países haha. Obrigada pela força e por seus comentários sempre gentis, Ana. Você é uma querida.

      E antes de ir embora, quero fazer uma viagem de "despedida de Brasil". E quem está lá no topo das prioridades? Sua Jeri <3

      Beijos!

      Excluir
    2. Tomara que dê certo!!! E se for mesmo, abrace o pôr-do-sol de Jeri por mim <3

      Excluir
  7. Li tudinho! :)
    Continua a gostar da Suíça? E o alemão? Sempre vai? :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Suíça é um país muito bom para morar, embora tenha seus problemas - como todo qualquer país. Um deles é essa Bendita de língua hahaha.. Estou estudando, sigo firme, mas é difícil demais.

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top