We are folia!

E aí que ano passado passei o Carnaval em SP e gostei. Gostei mais ainda da sensação de sair destruidérrima do bloco e tomar banho no meu chuveiro, dormir na minha cama e acordar no aconchego do lar. Logo, nada mais justo que repetir a dose, né?

A verdade é que eu AMO carnaval, mas to meio veia. Sendo assim, fiz um esquema bem delicinha de revezar carnaval com descanso. Baguncei dois dias, e nos outros dois aproveitei o tempo livre pra relaxar, me recompor e lembrar dos avanços da idade.

Sábado sai endiabrada pelos blocos da vida. 
O Confraria do Pasmado, meu bloco favorito da vida, sai da porta da minha casa. Acordar com a bateria afinando o samba é um convite ao pé na jaca. E esse ano ficou tanta gente em São Paulo, que a gangue tava muito completa. Tinhamos nosso próprio estoque de cerveja, chup chup de vodka e banheiro limpinho lá de casa. Perfeição!
Bateria do Pasmado é amor
De lá seguimos pro Bloco do Magal, na Vila Mariana. A ideia era ótima, mas devo dizer que estava tão, mas tããããão cheio, que foi estilo procissão. Um mundo de gente andando sem música, rs. Não vi Sandra Rosa Madalena, muito menos vi o sangue dele ferver por mim. 

Domingo foi dia de descanso, passear com bebezinho, comer bem, reencontrar alguns amigos, repor as energias. Aproveitamos para conhecer o Forquilha, um restaurante italiano com drinks excelentes pertinho de casa. Comi uma lasanha deliciosa, e me senti gente de novo. 

Segunda botei o gringo pra fazer churrasco em casa. Ele arrasou! Parecia um gaúcho no comando dos espetos hahaha. Foi um esquenta poderosíssimo pra depois sair pro Bregsnice, um bloco de músicas bregas em tom de axé que tomou a Faria Lima. 
To sofrendo, gente
Teve muita dança, muito confete e muita catuaba. Haja amor. Caiu uma chuva, mas uma CHUVA daquelas. Com ventania, raio e baldada divina na cabeça da galera. Mas o que a gente fez? Isso mesmo. Dançou na chuva, rebolou na chuva, cantou Vando e Reginaldo Rossi, e depois ainda perambulou pelas ruas de São Paulo até a pilha acabar. 

E então acabou. E foi incrível. E foi demais. Te amo Carnaval. Te amo SP. 

6 comentários:

  1. Gabiiiiiiii, linda essa foto de vocês dois! Adorei sua peruca! E ri de você falando que tá véia... me sinto assim também. Percebi que ultimamente, esses bloquinhos em SP tão bombando, né? Vários amigos do FB postando fotos e tal. Eu acho meio chato assistir desfile pela TV (parece tudo igual todo ano) e sei lá, nunca fui de pular Carnaval, mas admiro quem curte, quem pula e vibra. Sou mais uma Festa Junina kinda girl! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então.. Eu sempre gostei de bloco, e fui atrás desses carnavais. Passei em São Luis do Paraitinga, e depois uns 4 anos no Rio. Então pra mim é maravilhoso que eles finalmente tenham chegado em SP. Eu vou dizer que eu sou "party people" e amo carnaval, mas também gosto de festa junina, pular fogueira, natal, ano novo, hahaha.. Bota música, serve o vinho e me chama!

      Excluir
  2. Que legal que vc curte carnaval assim. E ótimo ter tudo pertinho de casa! A gente tem que aproveitar como gosta. Eu odeio esse blocos cheio de gente, não me imagino num lugar nesses, hehe.
    Bom recomeço de ano pra vc!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou dizer que bloco muito cheio eu também não gosto não. O Pasmado é meu favorito justamente por isso: tamanho certo, cheio de criança, velhinho, espaço pra dançar e rodopiar. Mas cada um, cada um né?

      Bom recomeço pra você também! Beijos

      Excluir
  3. Que delíiiiicia carnaval de rua! Sinto falta disso, eu sempre ia com meus amigos lá em fortal. Essa última foto de vcs está divina! Sua fantasia tá óootima! :)
    beijão e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu imagino a falta que carnaval de rua faz pra quem gosta, porque a energia é demais! Eu me acabo. Improviso a fantasia, me encho de purpurina e vivo dias de loucura. Ai que delicia! Espero que você venha pro Brasil curtir carnaval logo :)

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top