Ganhei um Selo!

Recebi o selo Liebster Award da Monique. Antes de responder, resolvi ir atrás e tentar achar o que exatamente significa o selo. Achei algumas coisas - inclusive várias imagens pro selo - , mas nada muito esclarecedor, tipo quem inventou, desde quando está por aí, etc. Suponho que tenha sido algum alemão, né? Ou não.

As regras do selo são as seguintes:

  • Inserir no post a imagem com o selo Liebster Award;
  • Escrever 11 fatos sobre você;
  • Responder as perguntas de quem te ofereceu o selo;
  • Indicar de 11 a 20 blogs com menos de 200 seguidores;
  • Fazer 11 novas perguntas para os blogs que você indicar;
  • Linkar de volta quem te indicou. 

Vamos aos 11 fatos sobre mim - que não estão em ordem de acontecimento ou importância, tá:

1- Falo muito palavrão. Não acho bonito, mas me desestressa; 

2- Já quebrei o braço em dois lugares de uma só vez, o pé duas vezes e o cóccix uma vez;

3- Amo carne crua. Adoro ceviche, carpaccio, sushi, steak tartare, e o kibe cru é uma das minhas comidas favoritas da vida. Alias, digo com propriedade que o do Almanara é o melhor desta cidade;

4- Quando era pequena queria ser dentista, quando era adolescente queria ser juíza e agora não sei bem o que quero ser;

5- Choro por nada, o tempo todo, de alegria, de tristeza, de emoção, de raiva. 

6- Danço até fazer bolha no pé, danço ridícula, danço até o chão, danço em cima do palco, danço na chuva, e tenho o DVD da Beyonce pra copiar as danças dela. Sim, essa sou eu. 

7- Tenho um sono mega agitado. Sonho muito durante a noite, tudo muito real, choro, grito e acordo exausta. 

8- Com 8 anos, aos prantos, chamei uma reunião com a alta cúpula corinthiana da minha casa pra pedir pra virar palmeirense porque estava sofrendo bullying na escola. Acabei sofrendo bullying em casa também, mas grazadeus corinthiana permaneci;

9- Gosto de melancia, mas não de suco de melancia. Gosto de amendoim, mas não de pasta de amendoim ou de paçoca. Gosto de milho, mas não de pamonha, cural, suco, sorvete de milho. Ou seja, não inventem com o vegetal, que eu gosto dele em estado vegetal mesmo;

10-  Meu radar pra gente idiota é bem calibrado. Não costumo errar;

11- Sou péssima com habilidades manuais. Tenho um senso estético muito bom, de cores, composições, etc. Mas nada de fazer com as mãos fica bom. Minha letra é horrível, sempre desenhei mal, minhas agendas nunca ficaram super lindas, meus cartões sempre saem mais xoxo do que eu gostaria. Mas estou aprendendo a fazer coisas fáceis. Quem sabe.

Agora seguem as perguntas da Monique:

1- Como você se visualiza daqui 10 anos?
Vejo muito pouco. Estou num momento tão crucial da minha vida, que estou aprendendo a focar no presente. Mas me imagino com Mateus em algum lugar do mundo, e realizada profissionalmente fora do direito. Vago, né?

2- Qual o conselho você deixaria para o seu eu do passado?
Não sofra tanto por ser quem é. Você ainda vai se orgulhar muito por ser exatamente assim.

3- Qual sua cor preferida?
Azul marinho.

4- Você é uma pessoa que prefere viver no campo ou na cidade? Por que?
Cidade, sem pensar. Eu sou agitada, gosto do caos, gosto de ser estimulada, de ter opções, me sinto em paz no meio da bagunça. O campo me relaxa, mas depois de poucos dias me deprime.

5- Você se considera espiritualizada?
Não. Eu estou aprendendo a ouvir mais algumas coisas dentro de mim, mas confesso que até pouco tempo atrás não dava bola pra espiritualidade, achava perda de tempo.

6- O que você não consegue suportar em outra pessoa?
Forçação de barra, sabe? Quando uma pessoa quer ser muito legal, quer ser muito amiga, ou quer ser muito firme, quer ser muito qualquer coisa. Preciso que as pessoas que me cercam me transmitam verdade, naturalidade, e gente forçada pra mim não transmite nada. Acho que pessoas assim vem e vão com a mesma rapidez, sei lá... fiz sentido?

7- Qual seu próximo destino de viagem?
O Rio. Dentro de algumas horas ;)

8- Um sonho que você acha que consegue/vai realizar em breve?
Morar na Europa era um sonho, e se concretizará em breve. Mas o que eu espero conseguir realizar mesmo, é o sonho de ter uma vida descomplicada. Sabe aquela coisa, ter uma família bacana (isso já tenho), trabalhar com algo que te satisfaça, viver bem com pouco? É isso que eu espero realizar na Suíça.

9- Um conselho para outras pessoas?
Pode ser clichezão, mas uma frase que gosto muito é "onde não puderes amar, não te demores". E é isso mesmo. Não dê valor a quem não merece, não gaste tempo com o que não vale a pena, não dê sua energia em vão. Foque seus esforços no que te faz bem, e a vida vai se encarregar de te levar aonde você quer ir. No campo prático das coisas, eu digo: guarde um dinheirinho. Não precisa virar a louca das economias, mas guarde alguma coisa para nunca precisar aguentar desaforo na vida. Já contei aqui no blog que sofri assédio moral, e embora eu tenha segurado até a última gota porque gostava do trabalho, teve o agravante de eu não ter uma boa poupança que me permitisse mandar tudo pra pqp e sair dali. Foi um grande aprendizado.

10- Um medo?
Morte prematura e/ou violenta de qualquer um dos que amo.

11- Você é engajado em alguma causa social?
Shame on me, mas não. Ou ao menos, não com substância. Já fiz alguns trabalhos spots, mas eu queria poder me dedicar mais.

* * *

Gosto muito de responder essas listas, acho uma reflexão legal sobre mim, registrar as coisas que eu penso neste momento da vida e pra quem lê aqui me conhecer melhor. Monique, muito obrigada por me indicar :)

Vou quebrar a regra de indicar pessoas pra responder, no entanto. As pessoas que pensei em indicar já foram indicadas, algumas pessoas eu não sei quantos seguidores tem o blog. MAS.. Quem quiser responder, responde as perguntas da Monique e manda o link nos comentários, ok? 

8 comentários:

  1. Eu também adoro essas listas de perguntas, é uma forma muito legal da gente conhecer um pouco mais das pessoas que escrevem o blog, né? E adorei conhecer mais sobre você!
    Fiquei espantada aqui com o tanto de coisa que você já quebrou, minha nossa, espero que tu não quebre mais nada ao longo da vida, deve ser um negócio horrivel. Eu nunca quebrei nada, só torci algumas coisas e já foi foda, consigo nem imaginar quebrar mesmo =/
    E super me identifiquei em não ser boa com trabalhos manuais, essa sou eu também! Minha letra é muito horrível e tudo que eu faço do genero fica aquela coisa horrorosa, não tenho dom nenhum! Desenhar então.. só aquelas bonecos de palitinhos! hahaha

    E boa viagem ao Rio! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, quando eu era criança e quebrei o braço, chorei um pouquinho porque o gesso incomodava, mas bem gostei de ser paparicada e tal. Mas as outras coisas eu quebrei depois de grande e ninguém merece. Tira toda a independência, é uma encheção de saco. Espero mesmo que eu não quebre mais nada, rs.
      E sim, só desenho homem palito também haha. Beijos!

      Excluir
  2. Eu nunca quebrei nada, acredita? Nem levei ponto! Espero continuar assim. E comi uma vez no Almanara, mas acho que não pedimos kibe cru, não lembro :/ Essa tag é muito bacana para conhecermos melhor os blogueiros, parabéns pelo selo. Eu queria ser mais ~calibrada~ pra gente idiota, sou bem ingênua kkk Me passa um pouquinho do seu dom?


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thayse, a vida ensina a calibrar, viu. E agora, morando fora, você vai aprender muito sobre seres humanos. Porque nada como ser "imigrante" pra ver o tanto de gente que quer te passar pra trás, tirar vantagem, essas coisas. A gente fica mais esperta pra esse tipo de gente na marra!

      Responde a TAG você também :) Beijos!

      Excluir
  3. Adorei essa tag, Gabi! Eu também sou suuuuper chorona (acho que choro pelo menos uma vez por semana) e falo muito palavrão, tanto em PT como em ING. Tipo, quando estou no trabalho tenho que entrar num modo muito concentrado pra não falar palavrão perto das crianças, mas lembrei de uma situação engraçada: quando eu trabalhava com a outra família das meninas, um dia levei a mais velha, na época com uns 3 anos, pro banheiro fazer xixi. Sentei na banheira em frente ao vaso sanitário esperando ela e quando olho pra trás, uma mega aranha gigantesca. Não aguentei e gritei "JESUS FUCKING CHRIST" HAHAHHAHAHA. Que horror. Mas foi muito espontâneo, não deu pra segurar!

    ps.: seu blog está sendo o meu blog preferido no momento. Amo quando o feedly me avisa que tem post novo do Gabi na Janela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu, com criança por perto tem que se policiar muito, mas sempre escapa alguma coisa, rs. Baby outro dia derrubou um carrinho e soltou "oh shit". Eu segurei pra não dar risada, e não fazer ele achar que é um big deal. Mas eles captam tudo, né, tem que tomar cuidado mesmo. E com uma aranha gigantesca não tem cuidado. É fucking tudo ahaha!

      Esse seu comentário final fez meu feriado. Eu acho isso a parte mais fantástica da blogosfera, me conectar com pessoas com quem me identifico, e que talvez a vida não me apresentasse. Fico feliz de saber que você gostar desse cantinho :) Beijos!

      Excluir
  4. Obrigado por responder as perguntas Gabi =) Adorei te conhecer um pouco mais e esse selinho ja rola na blogosfera deve ter quase 4 anos, essa ja foi a 4 ou 5 vez que me indicaram, se nao me engano ele comecou com uma brasileira mesmo...enfim nunca pude achar muita informacao sobre ele tambem. Eu tenho o mesmo sonho que voce de um dia ir morar na Europa, sabe-se la quando mais to indo...rsrs....E caramba quanta coisa voce ja quebrou, fiquei ate com dor agora pensando nisso...rsrsr...Adorei os seus conselhos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, eu sou A desastrada. Tenho umas histórias engraçadas, tipo quando eu quebrei o coccix, uma hora eu conto aqui! Beijos

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top