Ah Holanda!

Quinta passada eu acordei bem cedo, peguei um trem pra Basel e de lá um avião pra uma viagem muito especial. Eu voltei a Amsterdam, depois de mais de 4 anos, para mais um capítulo especial de 2016. Casar mais uma amiga querida, mais uma vez acompanhada das pessoas maravilhosas que a vida me deu. 


O fato de já ter ido a Amsterdam duas vezes e ter feito toda a turistagem acabou deixando essas primeiras 24 horas de viagem bem tranquilas. Sem grandes planos, com um tempo maravilhoso - dessa vez São Pedro caprichou e passei 4 dias ensolarados na Holanda - e com algumas amigas a tiracolo, ficamos passeando pelos canais, sentando nos coffeshops da vida e rolando na grama. Colocando o papo em dia, matando a saudade, com esse cenário incrível de fundo. 



E a torta do Winkel, que não pode faltar
Engraçado que depois de menos de dois meses na Suíça, que é bem mais tranquila, achei Amsterdam super cheia, movimentada, parecia que eu estava numa megalópole. E ainda mais que é verão, estava tudo bem lotado, e eu fiquei feliz por não ter ~obrigações~ com museus e afins, que estavam com filas dobrando as ruas. Alias, para quem se interessar, vale comprar esses museus todos antecipadamente. Adianta a vida. 

O casamento que fui foi em Kedichen, uma vilinha coisa de uma hora e vinte de Amsterdam. Fomos de trem, e claro que entre uma troca e outra perdemos a conexão, haha. Mas sem problemas. Nada como jogar conversa fora e tomar um cafézinho no meio do nada holandês.

Em Kedichen ficamos hospedados numa casa sensacional, De Rozenhof. É um AirBnb que minha amiga ajudou a alugar. Cabe mais de 20 pessoas confortavelmente, tem muitos quartos, muitas flores no jardim, muita pera na árvore e é pura lindeza. Por lá na sexta feira tomamos muito vinho, comemos queijos, falamos muita bobagem, fizemos novos amigos e contamos estrelas cadentes. Certa hora, meu pedido foi atendido e Matinho chegou, depois de trabalhar, voar e pegar trem, rs.




Sábado foi lindo! O dia estava maravilhoso, ensolarado, quentinho, perfeito para um casamento na beira do lago. E foi assim que os céus abençoaram um matrimônio, comemorado do jeito mais dutch e fofo do mundo. Uma festa que tinha a cara dos noivos, as mãos deles em tudo, lindo de viver. Teve cerimonia, teve choro, teve violino, teve noivos remando no lago.  Teve a tradição dos Stukjes, que vem a ser surpresas que os convidados preparam para os noivos, como brincadeiras, números, etc. Teve abraço coletivo, roda de samba, forró, música de todo tipo, e no fim teve até silent party, com fones de ouvido pra deixar os vizinhos descansar. Teve churrasco, teve sushi, teve cochilo na grama, teve mergulho, e o melhor de tudo: teve o melhor que o Mackenzie me deu. Minhas amigas amadas, minhas companheiras dos últimos 11 anos, minhas queridas espalhadas pelo mundo. Estar reunida com essas meninas, olhando a felicidade de uma de nós se materializando em nossa frente não tem preço.
Convidados chegando de bicicleta




Amor maior

Silent Party
No domingo eu e Mati saímos do interior um pouquinho mais cedo e, antes de embarcar, mais uma vez, nos perdemos pelas casinhas em sépia. Desde a primeira vez que pisei em Amsterdam, achei a cidade muito romântica. E andar segurando a mão de Mati pelos canais foi muito gostoso. Mostrar pra ele os meus cantinhos favoritos, se perder nas ruazinhas, tomar um vinho e se preparar para voltar pra casa. Fomos bater perna no Jordaam, de lá seguimos para o Mercado de Flores, passamos pela Dam e então chegamos na linda e renovada Estação Central, de onde partimos em nossa jornada de volta.

Enfim, eu apenas comprovei que morro de amores por Amsterdam. Que eu moraria lá com gosto, e que eu voltaria pra lá sempre que puder. E volto mesmo. Já curti o inverno em Amsterdam, a primavera, e agora o verão. Espero em breve poder fechar as 4 estações do ano nessa cidade, para mostrar que ela é incrível e linda debaixo de qualquer tempo. E agora Amsterdam ainda significa amizade, é um lugar onde eu posso encontrar um pouco de casa, um abraço, uma nostalgia, um colinho de amiga, que foi a noiva mais animada que essa Holanda já viu <3

12 comentários:

  1. Amsterdam parece uma cidade tão encantadora... A arquitetura é linda e a cultura do pessoal em usar bike em vez de carro, deve dar uma qualidade de vida muito maior.
    E que lindo o local do casamento da sua amiga! <3

    Juny // http://www.junypelomundo.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho Amsterdam lindíssima, sou apaixonada. E as bikes.. Ahhh as bikes! Não tem como ver aquilo e voltar pra sua vida sem querer fazer tudo de bicicleta. No Brasil ainda estamos engatinhando com isso, mas quem sabe um dia, né?

      Excluir
  2. Que sonho, Gabi! Que bom que vc aproveitou com suas amigas e que o tempo ajudou. Tempo bom assim na Holanda é coisa rara!
    A Holanda é magica. Toda vez que leio relatos de viagem para a Holanda eu me arrepio e me bate aquela saudade desse país!!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Ana, eu imagino sua saudade mesmo. Morar nessas cidades tão lindas é um sonho meu que você realizou haha! Beijos

      Excluir
  3. Que privilégio esse casório da sua amiga! Achei fofa a legenda do convidado chegando de bike! Engraçado é que tambpem voltei em Amsterdam depois de 4 anos e da ultima vez fui no comecinho do verão. Me encantei ainda mais com a cidade pq a tinha visto no inverno e sem as flores que enfeitam a cidade. Amsterdam é sempre uma boa ideia e eu também morro de amores pela vidade! De repente vai rolar pra nós duas uma terceira vez :).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To torcendo muito pra rolar, Ana. Vai dar certo :) Vamos nos encantar com o inverno holandês <3

      Excluir
  4. Ahhhhhhhhhh que maravilha! Mas quanto amor na sua vida, hein, Gabi?! Todo mundo casando! rs
    Amsterdã é mesmo uma graça de cidade, sempre um charme, não importa a estação. Fiquei com vontade de comer essa torta de maçã e PAGUEI MUITO PAU (pra usar essa gíria paulistana que não uso há anos) pra esses fones da silent party. Amei. Que ideia genial!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, é casamento demais. Fora os que eu não consegui/conseguirei ir... Povo resolveu casar mesmo! A silent party foi incrível, começou depois das 23h. Tinha dois canais, dois djs. Ai você escolhia o que te agradava mais, e todo mundo lá, dançando no silêncio. Genial!

      Excluir
  5. Gabi, que DEMAIS!! Vocês pegaram dias maravilhosos mesmo por lá, fiquei encantada pelas fotos! E essa torta? É tradicional de lá? Não conhecia :O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que torta de maçã não é uma especialidade holandesa, mas essa do Winkel é famosa em Amsterdam. Comi lá na minha última ida, 4 anos atras, e nunca esqueci o sabor, de tão fantástica que é. Recomendo muito! Beijo

      Excluir
  6. Que viagem mais delicia, Gabi.. com casamento e muito amor, amigos, aff tudo lindo!
    Só sei que agora tô ficando cada vez mais doidinha pra ir pra Amsterdam e espero que de certo mesmo, porque olha.. vai ser outra lindeza <3
    Essa silent party me chamou muita atenção, acho que eu nunca tinha ouvido falar e amei a ideia, quero também! haha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já estou contando com nossa viagem, Taís! Vai dar certo SIM. Beijos!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top