Rota: Berna - Domodossola - Locarno

Desde que começamos o nosso mês de férias sabíamos que queríamos passar uns dias no Ticino, a região da Suíça italiana. Seria o único lugar onde passaríamos noites fora de casa. Por lá o clima é sempre mais quente, e tínhamos ouvido dizer que é mais ou menos uma Italia mais organizada, rs. Fomos meio que empurrando a viagem pro fim do mês, porque o clima pro lado de cá estava muito bom. No fim, acertamos em cheio: deixamos o Ticino para a última semana de julho, quando a temperatura aqui despencou e por lá o verão seguia firme e forte. 

Saímos de Berna em direção a Visp, no Valais, debaixo de chuva e com temperatura de 12 graus. O trem passa em Thun, Spiez, e depois atravessa o Lotschberg para chegar no Valais. O Lotschberg é um dos grandes túneis suíços, são mais ou menos 12 minutos para cruzar a base da montanha de mesmo nome, e quando você sai do outro lado, a paisagem é diferente, e as vezes o clima também. Nesse dia, a chuva já tinha ido embora. Em Visp trocamos de trem e partimos rumo à Domodossola, na Italia. A viagem é bem curta, meia hora somente. E depois de passar em mais um túnel, tcharam.... SOL! Pronto, já estava paga a viagem :) 

Domodossola é uma cidade pequena no norte da Italia, já na região do Piemonte, mas beeem próxima da fronteira, e acho que pela proximidade com a Suíça, é bem comum ver bandeiras do país por lá. Saímos da estação central já super animados e fomos andar pelas ruazinhas, e melhor, já com calor, rs. É uma graça de cidade... vimos mercado de rua, gelaterias e o melhor, um baita clima italiano. 
Pracinha fofinha
E ruas com a Igreja ao fundo
Colunas
E italianos vivendo a vida <3

Depois de andar um pouquinho, e babar com essa praça central, resolvemos encontrar um lugar para comer. Temos uma teoria de que é sempre melhor comer fora da praça, rs... e acabamos achando um restaurantinho agradável numa das ruas transversais. Detalhe: entrada, prato principal, café e água por 10 euros. Infelizmente não anotei o nome na hora e acabei esquecendo :(
Saudades Italia
E a vista da nossa mesa :)
Rodamos por ali mais um pouquinho, e realmente, pela cidade não tinha mais o que ver. Imagino eu que quem queira passar mais tempo por lá deve fazer trilhas nas montanhas que as rodeiam. É uma cidade pequenina, mas que vale muito o passeio, só pelo clima italiano envolvido. Ouvir as pessoas falando essa língua tão linda, comer tão bem, e contemplar a paisagem. 



Pegamos então o trem Domodossola - Locarno. Tínhamos ouvido falar que o passeio é super bonito, e por isso escolhemos essa rota (e não o caminho mais rápido para o Ticino, por Zurich e o Gotthard, outro tunelzão). O trem tem vagões normais e outros panorâmicos, e para quem segue no panorâmico e solicitada uma contribuição no valor de 1 euro ou franco. A viagem segue montanha acima, se embrenhando na mata, passando por vilas minúsculas com construções de pedras, vales, rios e cachoeiras. É absurdamente linda. Eu fiquei tão vidrada na janela que quase esqueci de tirar fotos, mas fiz alguns registros bem ruins com o celular rapidinho rs (e alguns stories na época).


Da pra ter uma ideia da beleza do caminho, né?
A chegada em Locarno é o fim da viagem. Estamos no Ticino, com palmeiras, organização e preços suíços, rs. Em breve, mais dessa região maravilhosa por aqui. 

2 comentários:

  1. Melhor coisa é comer bem e ter um pouquinho de dolce far niente por um preço razoável, né, Gabi? Já com medo dos milhões que gastaremos aí no fim de semana, hahahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai.. infelizmente, os preços da Suíça são punk :(
      Mas fica tranquila que todo mundo sobrevive hahaha!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top