Os favoritos da favorita: Viena

Eu já tinha sido alertada de que Viena era apaixonante, mas confesso que fui sem muitas expectativas, e acabei arrebata todinha. Chegamos em Viena por volta do meio dia, tivemos um atraso no check in, e saímos para explorar a cidade já passava das quatro da tarde. Ainda assim, terminei minha primeira noite apaixonada, planejando quando nos mudaríamos para lá rs. Viena é uma autêntica grande cidade européia: tem toda a estrutura de cidade grande, mas charme de cidade pequena. Tem construções lindas para onde quer que você olhe: é sério, o olho não da conta de processar todas as lindezas que você vê enfileiradas em Viena. Tem um ar elegante que dói. Fina, e não fresca, sabe? Não há pretensão em Viena, mas há uma elegância absurda. E cultura... a cidade respira cultura, e talvez por isso mesmo seja tão elegante. Passamos três dias andando muito, comendo bolos maravilhosos, observando os muitíssimo bem vestidos locais, aproveitando o sol delícia que deu as caras, e imaginando nossa vida na Áustria rs. E seguem aqui meus favoritos ;) 

Cafés - e os bolos
Viena tem uma versão aprimorada dos já maravilhosos cafés de Praga. Eles são ainda maiores, e até por isso, mais imponentes. Fomos ao Café Central, Café Prückel, Café Sperl e Café Sacher. Meu favorito, sem dúvidas, foi o Café Central, um ambiente lindíssimo, e com uns bolos maravilhosos. Alias, recomendo muito a Frühlings Torte, ou Torta Primavera, um bolo maravilhoso de ruibarbo. Foi o melhor bolo que comi em Viena, e olha que eu comi muito bolo por lá rs. As pessoas vão aos cafés para tomar o café da manhã, ou almoçar, ou tomar um chá, e aproveitam para ler jornal, para botar a conversa em dia, eu achei a coisa mais maravilhosa essa pequena indulgência do dia em lugares tão lindos.
Frühlings Torte
Ambiente do Café Central
Strudel <3
E a tal da Sacher Torte
O Beijo
Nosso primeiro programa em Viena foi ir ao Belvedere, um museu que fica num palácio muito do bonito. A arquitetura é suntuosa, e na frente tem um jardimzão que deve ficar lindo quando florido. Pagamos 15 euros para ver somente uma parte do museu, que abriga a coleção permanente, pois chegamos lá faltando somente 2 horas pra fechar. Ainda assim, deu pra ficar bem impactado, pois a coleção é cheia de nomão, como Renoir, Van Gogh, etc. Agora a estrela mesmo é O Beijo, The Kiss, do austríaco Gustav Klimt. Acho que é um dos quadros mais bonitos que eu já vi na minha vida. É um óleo sobre tela, cheio de texturas, fios dourados, expressividade, sei lá... eu não sou muito artística, e nunca tinha ficado tão absorvida por uma pintura. Alias, tão absorvida que não tirei foto rs.  Recomendo.


Naschmarkt
Um mercadão de rua que acontece nos sábados pela manhã. O lugar em si é bem lindo, um largo numa grande avenida, bem gostoso. E tem um mercado de pulgas, onde é possível encontrar de tudo e mais um pouco, depois uma feirinha cheia das tranqueiras falsificadas, e por fim, o verdadeiro Naschmarkt, uma sequência de barracas e restaurantes vendendo todo tipo de comida, tudo bonito, cheiroso, e suponho eu, delicioso. Passamos horas entre fuçar os usados do mercado de pulgas, e petiscar com drinks no Naschmarkt.





Meu primeiro flashmob
Estamos lá aproveitando o sol, deitados numas "espreguiçadeiras" bem modernas no Museum Quartier, quando começo a ouvir uma música, e ao olhar em volta, estamos no meio de um flashmob de salsa. Eu sei que flashmob não está mais na moda hahaha.. mas a verdade é que eu nunca tinha visto um assim, real, acontecer bem na minha frente. Alias, à minha volta. E melhor de tudo: foi um bom! As pessoas dançavam muito bonitinhas, e era muita gente coordenadinha. Adorei!

Pessoas vestidas a caráter
Já tinha visto em Munich e achado um barato. A real é que em alguns lugares, as roupas típicas não ficaram no passado, e não se resumem somente à festas típicas. As pessoas realmente usam os trajes em situações quase comuns. Não sei o quanto isso ocorre em Viena, mas marido já morou nos arredores de Salzburg, e disse que é normal mesmo, pessoa viver a vida trajando lederhosen, aquele shortinho de couro típico da região rs. E como estávamos em Viena num fim de semana muito do ensolarado, e rolando a festa da primavera na frente da Prefeitura, o povo estava a toda. Adorei!


Beleza everywhere
Em todas as fotos acima é possível ver que o pano de fundo é beleza. As construções todas são lindas, a arquitetura de Viena é toda linda, e é impossível não andar pela cidade embasbacado. E por isso, o que eu mais gostei foi andar, observar, babar, sentar no sol e observar mais um pouco. Beleza em Viena é o que não falta!








10 comentários:

  1. Ai que cidade linda, mas to apaixonada mesmo e pela comida das fotos, tava aqui numa secura de comer doce, ai voce me tenta com esse post...ha ha ha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, foi mal hahaha.. mas a real é que Viena tem os melhores bolos mesmo. Guarde sua secura pra quando passear lá hahaha.. vale cada caloria!

      Excluir
  2. Eu tb fiquei ENCANTADA quando conheci Viena. Era tipo um suspiro em cada esquina. Arquitetura realmente impressionamente. O Palácio de Schönbrunn está entre os mais lindos que já vi. Uma cidade que eu voltaria com toda certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu fiquei foi com vontade de mudar pra lá, juro. Falei pra marido, acho que só saio daqui da Suíça se for pra Viena rs...

      Excluir
  3. você ficou 3 dias em viena e fez um mol de coisa que eu näo fiz nos 8 meses morando por lá. mas muitas vezes é assim nos lugares onde vivemos e acabamos por deixar pra depois, né?! mas vai ser bom voltar lá e redescobrir a cidade.
    mas que saudade danada me deu vendo essas fotos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é isso mesmo. Mati conhece mais do Brasil do que eu rs... E eu conheço mais da Suíça que a maioria dos suíços haha. Faz parte. Espero que você volte logo e curta muito, eu fiquei apaixonada por Viena!

      Excluir
  4. SURTEI! Quero pegar essa postagem e abraçar até parar de respirar! Quanta cultura, quanta mensagem, quanto aprofundamento e quanta poesia... Fiquei louca pelos detalhamentos, Gabi. Visões lindas!

    semquases.com

    ResponderExcluir
  5. Cara, sou suspeita porque eu me apaixonei por Viena desde o primeiro segundo lá. Já faz mais de quatro anos, mas ainda não esqueci esse amor e quero muito poder voltar... a arquitetura, tudo nesse lugar tem aquele ar de rhyqueza, de cultura, de história... sem falar nos bolos, né? Afffffffff. Sabe quando você vai na padaria e compra aqueles bolos que tem uma cara maravilhosa mas o gosto não é tão bom? Em Viena não é assim: os bolos tem uma cara maravilhosa e um gosto mais maravilhoso ainda, fora que os preços das comidas são muito bons para a qualidade. Aqui em Dublin fui num restaurante semana passada e pagamos 7,50 numa sobremesa, Gabi. SETE CONTO! :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIIM! Foi exatamente o que eu disse pra Mati: os bolos tem cara maravilhosa e SÃO maravilhosos hahaha.. coisa inédita!!! E meu, que isso esses preços em Dublin? Ta parecendo Suíça! Que loucura!!!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top