Novembro Intenso

Eu ainda to me beliscando que novembro ta acabando e meu deus do céu, é natal...
Oi bininas, tutu bom?
Novembro foi um mês intenso, cansativo, dramático, babaaaaado nessa minha vida hahaha, e eu vou fazer recap sim porque to eu mesma ficando meio de boca aberta com tanta coisa que aconteceu rs. 

Começamos o mês numa viagem do vôlei da escola de Mati. Não sei se já comentei por aqui, mas além de professor, ele é técnico de vôlei do time feminino da escola e quando há viagens, é necessário sempre que uma mulher acompanhe e eu normalmente me voluntario para fazer esse serviço rs (me voluntariava, porque ao fim dessa viagem rolou um mini drama, teve um email mega mal criado de um pai, e eu resolvi que num sou nem paga nem treinada pra lidar com essa patifaria, portanto encerrei minha carreira de chaperon voluntária rs). Mas voltemos a Lausanne, rs. Mati conseguiu que um colega dividisse o trabalho com ele, ficando com as meninas até as 15h do primeiro dia de torneio, e por isso a gente conseguiu passear por Lausanne, cidade que adoro, abrir a temporada de fondue, curtir um pouquinho, e foi delícia demais! Acabei só fazendo uns stories e nada de fotos, mas pra fins de ilustração, vai foto de stories mesmo (e lembrem: visitem Lausanne, é linda :)
No fim de semana seguinte fomos para Budapeste, numa viagem que não pensei muito e agendei uns meses atrás numa promoção da Easy Jet. Eu morria de vontade de conhecer a cidade, sempre li maravilhas sobre. Budapeste é linda mesmo como todos dizem, tem hora que até te tira o fôlego. Mas devo dizer que me lembrou bastante Praga, e mais, acho que uma Praga com ainda mais resquícios de comunismo. Acho que Budapeste foi o lugar (tirando a Rússia, claro) em que essa lembrança do comunismo se fez mais presente . Foram dois dias inteiros, intensos, em que conseguimos fazer quase tudo que queríamos sem ter que correr por aí. Comemos bem, curtimos a cidade e ficamos cheios de  boas lembranças <3 
E como nem só de viagens e programinhas românticos é feita a vida, novembro teve seu lado bem bandido. Contei no começo do ano que comecei uma pós graduação. As aulas do curso acabaram sexta-feira, e agora só me falta entregar um paper, cujo prazo é fevereiro. MAS... antes de acabar, deve um bendito estudo de caso em grupo. Apesar de termos dois meses pra fazer, é claro que foram nas últimas semanas que o bicho pegou. Teve colega folgadésima não entregando nada, teve choro, teve noites mal dormidas, mas no fim, teve apresentação, uma sabatina feroz, e teve aprovação. Ta mais do que bom. 

Teve também trabalho, muito trabalho. Eu contei que estou fazendo um estágio, né? E por mais valiosa que esteja sendo a experiência, não vou ser besta, a verdade é que eu quero um emprego fixo, um salário compatível com minha experiência, um sossego pra minha vida. E como já é sabido, no pain, no gain. Eu to trabalhando que nem doida, tentando mostrar pra essa galera que, apesar de toda a loucura envolvida, eu sou um belo asset pro time rs. Eu estou trabalhando com coisas muito interessantes, mas que são novidades pra mim, então além do esforço natural que é mostrar serviço, eu to tendo que estudar bastante, aprender, dar com a cara na parede, enfim... ta sendo uma experiência interessante, mas exaustiva. 

Por fim, estamos de mudança. Olha que maravilha? Hahaha.. na verdade, só nos mudamos em fevereiro. Mas desde o fim de setembro estávamos procurando um novo lar pra chamar de nosso, e isso na Suíça é quase um emprego integral rs. Quando chegamos por aqui queríamos morar no centro da cidade, mas não sabíamos quando eu iria trabalhar, e optamos por um bairro um pouco mais afastado e por isso mais em conta. Gosto muito de de Ostermundigen, o bairro em que moro, mas depois de dois anos, estamos com saudades de viver na "muvuca" (bem entre aspas, porque em Berna não tem muvuca, rs). Isso aliado à minha rotina de viajar pra Zurich todos os dias facilitou a decisão de começar a procurar. Foram uns 45 dias visitando apartamentos quase todos os dias, preparando papelada pra application, escrevendo cartinhas, quase se humilhando e pedindo pelamordedeeeeeusss me deixa morar aí, encaixando essas visitas na nossa rotina louca. Se você me segue no instagram e viu várias casinhas fofinhas pelos stories, era eu explorando possíveis bairros haha. Mas enfim, achamos um canto pra chamar de nosso, finalmente. Agora é hora de começar a planejar essa mudança. 
Mas sabe o que é melhor mesmo? É que a vida ta tão, mas tão agitada, ando tão ocupada, que não deu tempo pra sentir depressão de inverno. Me lembro bem que desde que cheguei aqui, acaba o verão e  nessa altura do ano eu estava imprestável, chorosa, deprimida e derrubada. Os dias curtos, cinzas, cheios de névoa, sugavam minha energia e tudo era muito difícil. Esse ano, pelo menos por enquanto, não tive nem tempo de me deprimir. E sim, essa sou eu tentando olhar o lado bom das coisas, porque no fim, eu descobri que sou essa pessoa haha.. 

E novembro foi isso daí. Agora é hora de encher a banheira, botar uma músiquinha, acender uma vela, descansar as pernas e começar a pensar no que que eu fiz de 2018, e o que eu quero pra 2019. No fim, a gente tira um sarro da Simone, mas convenhamos que chega fim de novembro, a gente fica assim mesmo, né... então é Natal e o que você fez?!

9 comentários:

  1. Que novembro agitado!! Amei as fotos e a montagem. Essa sua em Budapeste com o parlamento atrás está lindíssima e bem casual. Fiquei curiosa sobre o e-mail do pai hahaha Por essas e por outras que desisti da carreira de professora logo que me formei. Boa sorte com a mudança! Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa menina, que RAIVA desse pai hahaha.. qualquer hora eu conto aqui. Mas eu acho que é uma coisa que quem é professor mesmo vai acostumando, Mati disse que no primeiro ano dando aula ele ficava acabado com esses emails, e agora tipo.. ta nem aí. Eu tava aqui soltando fogo pela orelha, ele tava mais incomodado comigo incomodada do que com o email hahaha

      Excluir
    2. Lidar com seres humanos tem dessas...

      Excluir
  2. Simplesmente apaixonada nessa sua primeira foto em Budapeste, parece que foi tirada de uma cena de filme, super artísitas <3
    E eu amo Budapeste demais, socorro
    Que mês super agitado, Gabi e que bom que no fim das contas vcs acharam um novo lar. Boa sorte com a mudança e o estágio. Que o próximo mês seja mais relaxante! :)
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta babado essa foto, né? Gostei muito também!
      E eu bem lembrei de você em Budapeste, porque lembro várias vezes de você ter dito que é das suas cidades favoritas. E é linda mesmo!

      Excluir
  3. Gabi, confesso que fiquei curiosíssima com essa história do email do pai, rs. Brincadeiras à parte, estou super feliz por você estar ocupada, estudando, trabalhando... e ignorando o inverno, pq sei que o inverno na Suíça não é fácil não. Além disso, essas fotos de Budapeste estão lindas, tô amando sua franjinhaaaa. Agora temos que encontrar de novo pra fazer fotos de par de vaso com as franjas, rs. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha.. sim.. ano que vem vocês podem voltar aqui pra visitar o castelo n.2 hahaha.. e oremos que a gente também vai!

      Excluir
  4. tô aqui sentindo junto o ritmo vida loka. que continua dezembro a dentro e só para um dia antes de arrumar as malas. entäo a coisa de encher a banheira e pensar em 2019 vai ser só em 2019. gzuz! que acabe logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, segue o ritmo alucicrazy hahaha.. bom fim de ano agitado pra você!

      Excluir

Follow @ Instagram

Back to Top