10/12: Outubro

Mais um mês, e dessa vez teve até um post entre um resumo e outro rs. Nem acredito. Mas bora lá pra mais um resumo do mês, porque infelizmente Novembro, o mês mais cinza e deprê do ano nessa Suíça, chegou. E quem sabe ficar aqui resmungando que o tempo voa faça ele passar mais rápido rs. 

Mais um mês intenso, com muito stress de segunda a sexta, e muita diversão de fim de semana. Fizemos caminhadas pelo mato, pela cidade, encontramos amigos, voltamos a viajar, e fomos acometidos pelo começo oficial de um inverno pesado. E inverno combina com o que? Com feijoada rs. Teve também feijoada, mas tirando uma foto no stories, só sobrou imagens da mesa pra postar aqui. Teve também férias, e sem dúvida, a viagem que contei melhor em outro post, e um fim de semana prolongado em Amsterdam, foram os highlights do mês. 

É maravilhosa essa sensação de voltar a sair da toca, agendar voos, ver outras paisagens. Tem ainda medo de covid? Tem. Mas eu realmente estou me sentindo a vontade pra encarar essa vida que agora é assim: com medo, com máscara, e com vacina. Por outro lado, agora a gente tem um cachorro, né? E fazemos de tudo pra deixar ele bem cuidado e confortável, na creche que ele já conhece e tal, mas gente... eu fico morrendo de acabada de saudade do cachorro. Em dado momento das férias, me dei conta conta que tava falando muito dele rs... A vida tem dessas. Mas é bom demais voltar, ir buscar e ter ele todo feliz de volta em casa. De qualquer forma, temos agendados vários voos que foram cancelados no último ano e meio, e tirando eles, eu resolvi que qualquer outra viagem há de ser de carro pra levar o Carlitinho rs. 

E vamos de balanço? Vamos também! 
Vou ser bem honesta... nesse mês não teve exercício, não teve dieta, não teve cantão novo, não tem nada. Sabe o que teve? Livro rs. Pois eu li cinco, isso mesmo, CINCO livros nesse outubro movimentado. Alguns livros eram mais curtos, mas tudo livro bom, ta? Quer dizer... um eu gostei mais ou menos, mas vamos lá. 

Noite em Caracas: esse é uma porrada. Uma escrita boa, uma história que tem um quê de não ficção, uma mulher forte, e uma Venezuela em ruínas. Recomendo demais. 
Tudo é Rio: de repente eu comecei a ver o nome desse livro em todo canto, e resolvi me aventurar. Curtinho, que eu li muito viciada num domingo chuvoso. Comecei pela manhã, e acabei aos prantos quando fui dormir. Livro lindo, história que prende, personagens cativantes, sério... Maravilhoso. 
Descobri que estava morto: empolgada com os autores nacionais, fui pra esse que tinha ouvido falar bem. Não morri de amores, porque o carioca esquerdomacho não é algo que faz muito minha cabeça. Mas a leitura flui, a história intriga, e mesmo quando eu tava é de saco cheio do protagonista, ainda deu fôlego pra continuar rs. Recomendo? Médio, se você estiver meio sem idéia do que ler e querendo impulsionar a literatura nacional hahaha. 
Manual da Faxineira: sendo bem sincera, eu não li sobre o que era o livro. A autora chama Lucia Berlin, um nome que bem podia ser brasileiro. Achando que ia ler aí umas histórias óbvias de como a classe média brasileira é podre, acabei surpreendida ao me deparar com um livro de contos de uma escritora americana celebrada (e que eu claramente não conhecia rs), cheio de histórias interessantes, envolventes, mulheres fortes, problemáticas, gente esquisita, tem hora que o livro fede tamanha a precisão das descrições da mulher rs. Gostei muito, e é o tipo de livro que daqui uns anos eu vou querer ler de novo. 
Laços: não me lembro quem me indicou, mas me disse que era uma história muito boa. E que história, meu povo... pra começar que eu amo história baseada na Italia, porque o imaginário da gente é cheio de referência e a gente vai longe na viagem. Gosto de criar personagens com traços definidos na minha idéia, casas com decoração que eu visualizo rs. Uma história muito bem contada, uma porrada sobre relacionamento, maternidade, paternidade, machismo, casamento. Tudo isso dentro de um livrinho cativante e uma história singela, e quando você vê, te deixa com a cara no chão. Leia. 

E foi isso.. agora vamos de fotos? 

Pelo mato, e Carlito mostrando o caminho

Trabalhando num café num dia chuvoso

Bem endiabrada de drinks no primeiro dia das férias

E fingindo finesse na Italia

Mesa posta

Terminando o mês em Amsterdam

7 comentários:

  1. Primeiramente, foi uma delícia rever vocês na passagem por Amsterdam. Tô doida pra terminar de fotografar o filme e ver se as fotos que fiz de vcs prestaram. Quanto ao Carlito, se eu te contar que já até chorei de saudade de Lola e Amélie em viagem... Fiquei intrigada aqui se esse J.P. Cuenca é quem estou pensando ou é só coincidência esse sobrenome. Já ouvi falar do "Manual da faxineira", bom saber que você gostou, ficarei de olho. Agora, a capa desse "Laços" já me ganhou. Aquele tombo garantido pelos tais laços, muito bom. E o que dizer dessa foto cena de filme de você na Itália com a tacinha de vinho na mão? Pleníssima! Beijos pra você e pro Matt e um cheiro no Carlito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ale, foi bom demais te reencontrar. Espero que não passe dois anos até a próxima vez. O Cuenca é um jornalista relativamente "famoso", era editor do Deutsche Welle, e tal.. não sei se é esse que vc está pensando. Enfim, recomendo os livros todos, mas Laços <3
      Beijos beijos e até mais

      Excluir
    2. Também espero que não leve tanto tempo para a gente se reencontrar. Quanto ao Cuenca, não é o mesmo que eu tinha em mente não. Beijão!

      Excluir
  2. Eu estou com o Manual da Faxineira aqui, mas não sei porque ainda não tinha me animado com a leitura. Vou ressuscitar essa intenção. E, nossa, adorei as demais indicações também (tirando aquela "mais ou menos"), animada para ler mais nos próximos meses (estou empacada com um Nabokov aqui, que só gzuis). :)

    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai fundo no Manual, vale a pena demais. Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Quantos livros e fotos legais, amei! ♥

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir

Follow @ Instagram

Back to Top